Civil 3d - Tutoriais - Parte 4 - Superficies

Então tá, digamos que já somos capazes de importar pontos com o Survey, de arquivos de texto, ou do outros programas, e agora queremos gerar as curvas de nível, é porque MDT é um palavrão em muitos escritórios, hehehehe, vamolá!!!



Já abriu o Toolspace? ainda não? putz, então abre!! (na linha de comando digite: ShowTS)




Importe estes pontos no civil 3d, use o tutorial de importar pontos, com o formato assim:

Point Name , Easting , Northing , Point Elevation , Raw Description

Com separador VÍRGULA. Ao importar você verá os pontos assim:



Veja que o estilo de pontos que usei, mostra as informações Name, Point Elevation e Description

Abrir Dwg



Temos os pontos, importei eles e eles caíram no "Point Group" "_All Points", já explicado no tutorial anterior. No toospace, clique com o botão direito sobre Surfaces, e escolha a opção "Create Surface":


Em seguida aparece um quadro onde você escolhe o Estilo, Nome, Descrição, essas coisas.

Aqui, como estamos construindo a superfície por pontos, o MDT é feito por TRIANGULAÇÃO DE DELAUNAY e devemos deixar a opção "TIN Surface" marcada no campo "Type". Já no campo "Name", escolha algo óbvio, como "TERRENO", "TERRENO NATURAL", não vá me usar nomes/layers de arquiteto, que se resumem a "linfina", "lingrossa", heheheh, os arquitetos que me desculpem, mas é complicado trabalhar com alguns desenhos por conta disso.





O estilo, é importantíssimo, pois é NELE que definimos, o que nossa superfície irá mostrar, seja curva de nível, seja declividades etc..., mas primeiro, vamos criar a bendita e adicionar os pontos, clique OK e clique este menu:







Veja que "expandi" a "árvore" de itens do Toolspace até chegar na opção que eu queria: add point, ao fazer isso, escolha "_All Points" e clique "OK":





Pronto, já criamos o modelo, mas ele ainda está cru!!, Isto é a triangulação pode cometer alguns erros danosos ao projeto!!!








A superfície apareceu? Não? o layer ta ligado? então é o estilo dela... no figura anterior, repare no contorno amarelo, ele é a borda da superfície!!! Clique com o botão direito do mouse, sobre o NOME do seu MDT e clique a opção "Edit Surface Style":







Vai aparecer o editor de estilos de superfície, clique a aba "Display", esta é a mais importante, pois controla o que e em que layer as coisas irão aparecer:







Veja que configurei as curvas ( Major Countour, Minor Countour ) e a triangulação, para aparecer no layers que estão ali. Veja que deixei as lâmpadas ligadas, para que apareçam na tela, agora, clique a aba "Countours", clique a propriedade "Countour Intervals", nela, você controla de quanto em quanto as curvas aparecem, coloque "Minor Interval" igual a 1m e "Major Interval" igual a 5m.







OBS: a unidade de medida "m" é metros!!!! se você vê "'" ou "ft", lascou-se, vai ter de começar tudo denovo, as suas unidades estão erradas!!!



Agora clique "OK", e você deverá ter uma surface igual a minha.


Certo, temas a triangulação, temos as curvas... o que falta? Tratar a superfície é claro!!! ou você acha que é só isso????? se achar, tenho pena de você, hehehhe

Analisemos a topografia:






Abrir Dwg da Topografia



Atache a topografia SOBRE o arquivo do civil 3d em que estamos trabalhando, para isso use XREF's:







Em seguida, clique:







Ou use o comando XREF. Em fim, selecione a topografia.dwg, e configure como aparece:







A linha amarela mais grossa é a borda da superfície gerada, veja que ela vai alem da região onde efetivamente há levantamento, limitado pela linha vermelha.... CLARO que aquelas regiões sem levantamento, não podemos ter certeza de como as curvas de nível devem aparecer!!! Estes triângulos fora do levantamento estão ERRADOS. Temos de dizer ao Civil 3d, qual o limite do levantamento, para isso desenhe um poligono que circunscreva os pontos (a linha vermelha), mas que elimina toda a área nonde não há levantamento:







Veja, desenhei uma polilinha vermelha, a qual usarei como limite do levantamento, assim todos os triângulos que estiverem FORA dela, não serão desenhados, consequentemente, não teremos curvas de nível duvidosas FORA do levantamento. Ao clicarmos o menu qua aparece no Toolspace:







Aparece um quadro de diálogo, perguntando o tipo de "boundary", escolha "Outer", para dizer que é uma boundary EXTERNA, deixe o "Non Destrutive Breakline" desmarcado, assim, os triangulos não serão apenas "cortados" serão ELIMINADOS, faça um teste, adicione uma boundary com ele marcado, só pra ver a diferença (deixe os triangulos ligados).

A opção "Mid Ordinate Distance" serve pra dizer como o civil 3d processa os segmentos de arcos, deixe em 1m.







Clique "OK", veja o o que aconteceu: a triangulação se limitou pela polilinha vermelha e a borda final amarela fica circunscrita pela vermelha:





Agora, ainda faltam as BREAKLINE, ou linhas obrigatórias, mencionadas na parte 2. O que elas fazem?

Analise a figura:
surf_triang_ruim




As linhas tracejadas na cor marrom, são os bordos de uma estrada, olha a triangulação em vermelho, veja que ela cruza essas linhas, veja também que um dos triângulos sai de uma lado da rua e vai até o outro lado.

O que você acha? está certo? Não, não está... Façamos uma linha (a linha) ali para traçar um QUICKPROFILE:







É só seleciona a linha magenta escolher os estilos e o ponto de inserção.

Este é um perfil rápido, que se apagará assim que você clicar o SAVE, por isso, após inserir ele, use o comando EXPLODE nele.







Em vermelho vemos o perfil do terreno ANTES de adicionar as breaklines e em azul, DEPOIS de adicionar as breaklines.



Creio que dispense comentários... Imagine que tivéssemos 2km de estrada com a triangulação toda ferrada... Os volumes de corte e aterro dariam totalmente errados!!







Veja que agora, a triangulação acontece DENTRO da pista e ENTRE a pista e o muro, o se fizessemos a seção novamente, a triangulação faria o nosso barranco aparecer corretamente (linha azul do perfil anterior)!!



Por isso insisti tanto nas partes anteriores de tutorial, que se desenhasse o levantamento com polilinhas 3d, assim, poderiamos usar TODAS elas como breaklines!!!

Cristas e pés de talude são casos seríssimos!!! uma triangulação mal feita pode fazer um talude extremamente inclinado parecer uma rampa suave e nossos volumes de terraplenagem dariam valores completamente errados!!!



E antes que você pergunte, sim, breaklines são polilinhas 3d, ou lines 3d, ou até mesmo polilinhas 2d com elevação!! Dá ainda para usar FEATURELINES mas isso fica pra outra hora...



Ah, mas você já tem tudo desenhado em 2d.... sem problemas visite http://tbn2.blogspot.com/2008/04/2dto3d.html e crie polilinhas 3d!!!

Download do programinha



Sabe o que acontece se você tentar usar polilinhas 2d como breaklines?

A superfície adota o Z destas polilinhas, ou seja: desenha tudo no plano Z=0!!!



Abrir dwg das breaklines



Tá, vou considerar que você mesmo criou as polilinhas 3d... agora adicione elas como breaklines na surface...

Selecione-as e clique o menu:







Pronto!!

Você deverá obter algo parecido com o meu MDT final!!



Abrir dwg do mdt acabado



É isso...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...